Tomara que caia mesmo!

Hoje estreou na Globo o programa de humor, ou game, “Tomara que Caia” e não precisei assistir muito pra ter uma opinião: melhor dormir.

A proposta é desenvolver um esquete de “humor” com desafios de improviso em vários momentos durante a cena. Dois times com 4 integrantes - humoristas, comediantes e atores – se revezam no palco. Enquanto um está em ação, o outro fica de fora e propõe os desafios pré-estabelecidos.

O primeiro ponto fraco do programa: a proposta. Desde o penúltimo programa do Superstar, venderam a ideia de que seria um programa de improviso, mas não é bem o que acontece. O programa é todo baseado em um roteiro, que é interrompido a cada 30 segundos por um desafio de improviso com 1 minuto de duração. Os improvisos são fracos e o elenco não é o mais preparado pra esse tipo de atividade.

Segundo ponto fraco do programa: o roteiro. A história desse primeiro programa foi muito fraquinha e acho que não se pode esperar muito dos próximos. O palco é todo cenográfico, ambientando a cena e isso prejudicou os improvisos que propõem mudança de local, deixando a cena sem sentido.

Terceiro ponto fraco: o elenco. Não que sejam atores ruins, mas eles não demonstraram aptidão para o improviso. Já que o roteiro é fraco, os momentos de improviso deveriam ser o momento da graça do programa. Priscila Fantin é atriz de novela, assim como Ricardo Tozzi, e não dá pra esperar muita graça deles. Heloísa Périssé, Marcelo Serrado, Fabiana Karla, Dani Valente, Eri Johnson e Nando Cunha são humoristas, não comediantes. Se não tiverem um bom roteiro em mãos, vai ser difícil tirar leite de pedra.

Talvez meu nível de exigência para humor de improviso seja alto, por conta do costume em assistir os improvisos dos Barbixas, que, junto da Tatá Werneck, são os melhores do Brasil no gênero. Eles foram convidados no programa, mas nem assim conseguiram salvá-lo por conta do fraco roteiro. Resta saber o que a crítica e o público vai dizer deste programa.

Quanto ao dilema proposto na campanha de divulgação do programa, eu tenho um veredito: não é programa de humor; é um game. E sem graça.

Assista esse vídeo de improviso dos Barbixas e depois ao programa neste link e me diga em qual você ri mais.

E aí, o que achou? Comenta aí!

e-max.it: your social media marketing partner

Tags: teve, globo, programa de tv, opinião, barbixas, improviso, humor